ISAC VIEIRA – O ESPADACHIM DAS CORES

 

Eis o Recife luminoso e colorido de Isac Vieira …
Eis o Teatro Santa Isabel assistindo impávido e orgulhoso seu retrato…
A tarde com seus solares raios e o rio cujas águas mansas e corredeiras espreitam
a cena  também reclamam suas presenças na tela.
Tudo é contemplado numa imagética poesia escrita pela veloz e espiritual
espátula do artista.
Assim, entardece a cidade e suas imagens dentro dos olhos de Isac, através
dos impressionistas traços feitos de tinta e pernambucanidade.
Assim, se transforma em prece o amor do artista pelo Recife tão dilacerado e
abandonado nos atuais dias.
Eis a minha cidade, eis o meu mundo, eis o meu sonho e minha terra.
“Pernambuco, imortal, imortal”

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s