Desigualdade urbana, caos humano

Desigualdade urbana, caos humano

Numa dessas belas ruas da cidade do Recife repousa em profundo sono seus moradores esquecidos, aviltados pelo capital, pela escória política e social, são seres abandonados a própria sorte a procura de trocados que lhes garantam o mínimo de sobrevivência.
Exploradores e explorados convivem diariamente, enquanto isso a latinha de cerveja bebida ao som do brega da esquina vira refeição no self-service desses infelizes solitários urbanos que despojados da própria sorte amargam o gosto dos dias ensolarados ou chuvosos esperando um novo amanhecer cheios de latinhas vazias, sonhando com quilos e mais quilos de papelão, eita vida besta!!!!

Anúncios

3 comentários em “Desigualdade urbana, caos humano

  1. A “Galera” de Rua já faz parte da Paisagem do centro do nosso Recife,.. A sociedade aceita com naturalidade um Problema seríssimo !… Adooorei o texto…

  2. Pessoa, meu amigo, vc é um grande incentivador, tenho acentuado minha relação com o centro, pois sinto que nasci na BoaVista, de lá soa minha Pernambucanidade, obrigado pelos sinceros e muitos elogios.
    Abraços

  3. A negação do direito.
    Talvez esse discurso não se expresse mais em termos linguísticos, religioso ou tecnológico, mas continue sendo apreendido nos modos de um bestiário, que priva o outro de alma e de moral, e lhe aparenta o animal inferior que urra nos bosques. Caldeira.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s